Caro Verão

Caro Verão

Caro Verão, Tenho o prazer de anunciar a sua partida em apenas 6 dias. Nem havia me dado conta da proximidade. Se, por um lado, eu não tenho escolha a respeito de sua chegada, por outro, você não tem escolha a respeito de sua ida. Já eu posso escolher permanecer, apesar de todos os dissabores … Continuar lendo

Então, é Natal…

É chegada a época em que o espírito natalino está a solta, ensandecido. É tempo de fazer compras, correr aos shoppings, ficar horas em congestionamento, procurando vagas nos estacionamentos. É tempo de gastar dinheiro. Muito. Se for por motivos supérfluos, melhor ainda. Afinal, é Natal. É tempo de ouvir Simone até cair aos prantos. É … Continuar lendo

Maratona

Tem gente que passa correndo pela vida. No mesmo tempo daquele que simplesmente caminha, enxerga muito mais rostos, vê muito mais gente, envia mais sorrisos. O número é bem maior. Com certeza, é mais reconhecido. Lidera isoladamente, a sua multidão. O que caminha vê muito menos. Conhece menos e é menos conhecido. Às vezes parece … Continuar lendo

O Silêncio

Gosto do silêncio. Aquele bem ensurdecedor, sabe? Aquele que angustia algumas almas e faz alguns corações baterem mais forte, na tentativa de quebra-lo. Sempre me trouxe a sensação de paz. Sempre não. Já fiz parte das almas que se angustiam com ele, mas, hoje, paz é a palavra. Silêncio, que silêncio? Silêncio é utopia. Não, … Continuar lendo

Sempre é tempo

Um dia me deram um cargo, sem eu saber que o estavam fazendo. Assinaram minha carteira de trabalho sem meu conhecimento. Eu, apenas segui caminhando, na minha ignorância, sem receber salário, sem receber aviso. Segui aprendendo, meu objetivo sempre foi aprender. Aprender a vida, aprender as coisas das quais tenho curiosidade. Caminhei e, na minha … Continuar lendo

A Escrita

Fui uma criança que dormia pouco. Acordava cedo, sozinha, e me deitava em frente à TV. Assistia ao “Xou da Xuxa”, mas esperava, mesmo, era pelo desenho dos Smurfs. Eu amava. Estava entre meus prediletos, junto com os Peanuts. Já conhecia todas as histórias, mas as revia com prazer. Sete anos, peguei a máquina de … Continuar lendo

O Tempo

O Tempo

O relógio gira. Não para. As pessoas estão atarefadas nos seus trabalhos. Os estudos tomam-lhe todo o tempo. Enquanto isso, o relógio gira. Mesas de escritório cheias, salas de estudo recheadas (ou nem tanto), filas nos bancos, supermercados, hospitais. E o relógio gira. Amigos? Não há tempo! Animais? Gostam, mas o tempo não sobra. Silêncio … Continuar lendo

Bicho

Bicho

Sou bicho noturno Bicho do mato com medos urbanos. Gosto de caçar a paz Respirar a terra Cultivar a VIDA Colher alegria, bons amigos, bons momentos Cuidar dos meus. Sou bicho gregário Desagregada da minha sociedade Que me é estranha Incomunicável. Agregada a espécies alheias Que me completam. Amo, odeio, caço Cavo minh’alma em busca … Continuar lendo

Voltar

Voltar, reviver. Tirar as teias, espantar as traças, assoprar a poeira. Esfregar os olhos, enxergar de novo, enxergar o novo. Abrir as portas, Escancarar as janelas, Se abrir. Olhar pra dentro, enxergar lá fora. Doar, receber de novo. Voltar de Carina Beatriz Ferreira da Costa é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative … Continuar lendo